Romarinho vira herói e Corinthians sai com empate contra o Boca na decisão da Libertadores

Falta somente um jogo para o Corinthians conquistar a Copa Libertadores de 2012. A equipe brasileira deu um importantíssimo passo rumo a inédita conquista. Jogando num Bombonera lotado (quase 50 mil boquenses), o Corinthians saiu com um empate contra a equipe do Boca Juniors. Um empate que sai com gosto de vitória, já que o clube saiu perdendo, mas, com gol do estreante em Libertadores, Romarinho, o Corinthians conseguiu evitar uma derrota. O camisa 21 (que não tem nada a ver com o jogador Romário), entrou no segundo tempo, quando o time já estava perdendo, e em seu primeiro toque na bola (um toque de muita categoria) o jogador empatou o jogo para o Corinthians.

Como não há o critério do gol fora de casa, o resultado de 1 a 1 no jogo desta quarta-feira não servirá como desempate, caso haja um novo resultado igual entre as equipes. Ou seja, tanto faz se o jogo for 0 a 0, 1 a 1, 2 a 2, 10 a 10, 20 a 20, o jogo irá para a prorrogação, e, se o empate persistir, o jogo irá para as penalidades máximas. Reforçando: na final de Copa Libertadores não há o critério de gol marcado fora de casa, se houver um novo empate (independentemente de quanto for) o jogo irá para a prorrogação. A volta será semana que vem (04 de agosto), às 21h50 (Horário de Brasilia), no Estádio do Pacaembu (em São Paulo).

Corinthians, Boca Juniors, Final da Copa Libertadores 2012, comemoração

Romarinho marca seu primeiro gol em Libertadores e o primeiro do Corinthians em decisões do torneio. (Créditos da Imagem: Marcelo Pereira/Portal Terra)

Os melhores momentos do primeiro jogo da final:

Ficha técnica:

Boca Juniors (ARG) 1 X 1 Corinthians (BRA) – Partida de ida da final da Copa Libertadores de América 2012

Boca Juniors: Orión; Facundo Roncaglia, Rolando Schiavi, Matías Caruzzo e Clemente Rodríguez; Leandro Somoza, Pablo Ledesma (Diego Rivera), Walter Erviti e Riquelme; Pablo Mouche (Dario Cvitanich) e Santiago Silva (Lucas Viatri). Técnico: Julio César Falcioni.

Corinthians: Cássio; Alessandro, Chicão, Leandro Castán e Fábio Santos; Ralf e Paulinho; Jorge Henrique (Liedson), Alex (Wallace) e Danilo (Romarinho); Emerson.  Técnico: Tite.

Cartões: Amarelos: Boca Juniros: Roncaglia, Riquelme e Walter Erviti. Corinthians: Chicão e Fábio Santos. Vermelhos: Não teve.

Arbitragem: Principal: Enrique Ósses (Chile). Assistentes: Francisco Mondria e Carlos Astroza (ambos do Chile).

Local: Bombonera, em Buenos Aires, Argentina. Data: 27/06/2012. Hora do início da partida: 21h55 (horário de Brasilia).

Confira no vídeo abaixo, a uma campanha feita por uma marca de cerveja para homenagear ao time do Corinthians, que chega a essa final. O vídeo promocional chamasse ” #TangoLoco “, que é a versão do hino do Corinthians, em ritmo de tango:

Então, como será o jogo de volta? Será que o Corinthians leva ou o seis vezes campeão de Libertadores, o Boca Juniors, consegue seus sétimo título? É semana que vem, no Pacaembu! Deixe sua opinião.

Você pode gostar...

2 Resultados

  1. Selva Salerno disse:

    Agora só falta fechar na próxima quarta feira, tomara que essa fase dure até o final do campeonato e ver se o Romarinho realmente é bom…

    Abraço

  2. Juli disse:

    Foi um jogo broxante! 😛

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *