Os destaques da campanha do Fluminense: Campeão Brasileiro de 2012

O Fluminense conquistou o seu quarto título do Brasileirão. A confirmação da conquista veio em um domingo de grandes emoções para todos os torcedores. No final, tudo deu certo e os torcedores puderam comemorar tanto a sofrida vitória contra o Palmeiras em Presidente Prudente, quanto o título incontestável do Campeonato Brasileiro de 2012.

A campanha tricolor foi digna de campeão. De forma impecável e totalmente merecida, a conquista foi para o lugar certo, e não teria como dar outra. Faltando ainda três rodadas para o fim das 38 rodadas, a torcida e os ‘Guerreiros’ puderam soltar o grito de campeão com rodadas de antecedência.

Fred, Fluminense, comemoração

Fred foi um dos destaques da campanha vitoriosa do Tricolor. (Créditos da Imagem: Photocamera)

Em 35 jogos, o Flu conquistou 76 pontos. É o clube com mais vitórias (22) e com menos derrotas (apenas 3 – contra o Atlético-GO, em que os goianos venceram por 2 a 1, no Rio; Atlético-MG – por 3 a 2 – e Grêmio – por 1 a 0 – estes dois, fora de casa). Um aproveitamento de 72, 4 %. Além disso, a equipe carioca é dona da melhor defesa (28 gols sofridos) e ataque (59 gols feitos). Fora isso, o Fluminense tem o artilheiro do campeonato. Fred, com 19 gols.

Já diria Lamartine Babo, no hino popular do Fluminense, composto em 1949: “Sou do clube tantas vezes campeão”. O Fluminense agora conta com 4 títulos Brasileiros (contando os campeonatos que a CBF unificou). O Flu foi campeão em 1970, 1984, 2010 e, agora, 2012. Palmeiras e Santos seguem como maiores campeões brasileiros, com 8 cada. São Paulo e  Flamengo (incluindo a polêmica conquista de 1987) tem 6 títulos cada. O Tricolor carioca empata em número de títulos nacionais com Corinthians e Vasco.

Diego Cavalieri, comemoração, FLuminense, campeão brasileiro

Cavalieiri salvou o Flu em momentos difíceis. (Créditos da Imagem: Fernando Borges/Portal Terra)

Com grandes jogadores no elenco e com um técnico experiente no comando, o Fluminense se manteve bem durante todo o campeonato. Apesar de algumas criticas no início, a equipe de Abel Braga se manteve firme e forte. Sua pior posição no campeonato foi na rodada 4, em que a equipe ficou em 10º. Dali para frente, o Fluminense só subia na tabela. Sétima colocação, na quinta rodada; quinta colocação, na sexta; foi para terceiro, conseguiu chegar em segundo, mas estacionou na 3ª colocação da 9ª à 15ª rodada. Após isso, se firmou na vice-liderança, quando na 22 ª rodada, assumiu de vez (e pela primeira vez neste campeonato) a liderança da tabela. Posição que não deixaria mais e que, na 32ª rodada, confirmou a conquista.

O minuto a minuto da disputa pelo título (na rodada 32 do Brasileirão)

Confira os minutos do que teve de importante na rodada, envolvendo as equipes que lutavam pelo título (horários de Brasilia – de verão – do dia 11/11/2012):

17h03 – Em São Januário, começa Vasco x Atlético-MG.

17h05 – No Olímpico, Grêmio vs. São Paulo.

17h06 – Em Presidente Prudente, com 6 minutos de atraso, Palmeiras e Fluminense tem início.

17h23 – No Rio (20′, do 1º), o Vasco tem um gol anulado. O lance foi polêmico. Seguia 0 x 0 todos os jogos.

17h30 – Aos 27′, em São Januário, Ronaldinho Gaúcho marca o primeiro gol de pênalti. O chute foi no meio do gol.

17h32 – No Prudentão, o Flu acerta uma bola na trave, com Fred.

17h42 – O Atlético-MG fica com um a menos. Serginho é expulso. Segue 1 a 0, Atlético.

17h48 – Rogério Ceni, de pênalti, abre o placar para o São Paulo contra o Grêmio. É o 106º gol da carreira do goleiro-artilheiro.

17h51 – Aos 48′, Vasco e Atlético é o primeiro jogo a ir para o intervalo. Logo depois, termina o primeiro tempo de Grêmio e São Paulo.

17h52 – Fred (aos 45′) abre o placar para o Fluminense no Prudentão. A primeira etapa termina logo após o gol.

18h09 – Partidas são retomadas para o segundo tempo (o jogo entre Flu e Palmeiras é o último a começar).

18h20 – Aos 11′ em São Januário, Alecsandro empata o jogo para o Vasco contra o Atlético: 1 a 1. Com o empate do Galo, a derrota do Grêmio, e a vitória do Flu, a equipe das Laranjeiras era campeã.

18h26 – Gol do Fluminense. Aos 8′, Maurício Ramos marca contra, após cruzamento de Fred. 2 a 0 Fluminense, mais perto do título.

18h28 – Gol de empate do Grêmio. Sem chances de títulos, com os resultados de até então, o Grêmio chegava ao empate com o São Paulo. André Lima foi o autor do tento.

18h34 – Barcos mantém viva a esperança palmeirense. O argentino desconta o jogo contra o Flu. Continuava 2 a 1, para os cariocas, em Prudente.

18h37 – Logo em seguida do primeiro gol, o Palmeiras chega ao empate. Patrick Vieira deixa tudo igual: 2 x 2.

18h40 – O jogo no Rio de Janeiro fica igual em número de jogadores para cada equipe. Douglas é expulso, e deixa o Vasco também com dez em campo, contra o Atlético-MG.

18h51 – O tempo vai passando. No RS, Marcelo Moreno faz dois a um, Grêmio. Virada dos gaúchos sobre o São Paulo.

18h58 – Equipes se movimentam bastante, mas não marcam mais, e Vasco x Atlético-MG termina aos 48′. O jogo ficou no 1 a 1.

19h02 – Com o empate do Galo no Rio, o Fluminense precisava de mais um gol para o título. E ele veio. Aos 43′, Fred, de novo, marcou o gol do título tricolor. 3 a 2, Fluminense. A situação do Palmeiras ficava pior a cada instante.

19h02 – O árbitro apitou pela última vez no Olímpico. O Grêmio vence o São Paulo por 2 a 1, de virada.

19h04 – O início da festa do Fluminense era questão de tempo. O árbitro dá mais quatro minutos.

19h08 – Apita Leandro Pedro Vuaden: o Fluminense é tetracampeão Brasileiro! A partida termina em 3 a 2 para o Fluminense.

19h08 – Começa a festa do Fluminense por todo o país, e a decepção dos palmeirenses, que vêem seu time muito próximo do rebaixamento.

Parabéns ao Fluminense pela conquista!

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *