Peñarol será o adversário do Santos na final da Copa Libertadores 2011

O Santos conheceu na noite desta quinta-feira o seu adversário na final da Copa Libertadores de América 2011. O time de Elano e Neymar irá enfrentar na final o Peñarol, do Uruguai, que jogou nesta quinta contra o Vélez Sarsfield, e se classificou para a grande decisão. Os argentinos do Vélez venceram a partida, mas não pelo placar necessário. O emocionante jogo no estádio José Amalfitani terminou 2a1 para os donos da casa, mas como o Peñarol havia vencido a partida de ida por 1a0, a equipe mais tradicional do Uruguai passou a final do torneio sul-americano, por causa do gol marcado fora de casa.

mier,Peñarol,comemoração,Copa Libertadores

O Peñarol fará a final da Libertadores contra o Santos. (Créditos da Imagem: Reuters)

A partida foi emocionante, antes da bola rolar, os torcedores do Vélez fizeram um festa bonita, como é de costume dos torcedores, não só da Argentina, mas de alguns países da América do Sul. A partida foi bastante disputada, e, apesar de jogar fora de casa, quem teve a primeira grande chance de marcar foram os uruguaios do Peñarol, Martinuccio recebeu passe na cara do goleiro, chutou para o gol, mas o goleiro do Vélez, Barovero, fez boa defesa, impedindo o primeiro gol dos visitantes. O jogo continuava bom e bem disputado, mas com o Peñarol com as principais chances, já que o Vélez não conseguia entrar na área da defesa adversária.

Após criar várias chances de perigo, o Peñarol conseguiu abrir o placar. Aos 33′, os jogadores do Vélez falharam, a bola sobrou para Olivera, que de cabeça, tocou para Martinuccio que deu passe para Mier, na cara do gol, abrir o placar em Buenos Aires. 1a0 Peñarol. Com este resultado, não haveria mais disputa por pênaltis, e o Vélez, para se classificar, precisaria virar o placar, e fazer 3a1. A equipe argentina partiu para o ataque. Aos 44′, os jogadores do Vélez tocaram passes na área, deixando Martínez na cara do gol, que conseguiu marcar, mas o arbitro, de forma errada, marcou o impedimento, anulando o gol de empate do Vélez. Mas a equipe dona da casa conseguiu chegar ao empate ainda no primeiro tempo. Aos 45+1′, Moralez bateu falta pela esquerda, cruzado a bola na área, que passou por todo mundo, o goleiro Sosa saiu mal, e Tobio empurrou a bola pro fundo do gol, empatando a partida, e dando esperanças à sua torcida.

O Vélez precisava ainda de mais dois gols. E foi pressão até o último minuto. Na volta do segundo tempo, os argentinos voltaram pressionando. Sendo que o gol da virada saiu, só que as 21′, da 2°etapa. Bola na área, Martínez, de cabeça, tocou para trás e Santiago Silva deu belo chute para o fundo do gol, virando o placar.

Ainda faltava apenas um gol para o Vélez Sarsfield passar à final. A torcida (em ritmo de ‘Ilariê’) jogava junto com o time buscando o gol da classificação. Aos 24′, o Vélez sofreu uma perca em campo; Ortiz foi expulso. Mas aos 30′, tivemos o grande momento do jogo. Martínez tentou fazer jogada na linha de fundo pela direita, entrou na área, mas Guillermo Rodríguez pegou a bola na mão, e o arbitro marcou pênalti para o Vélez, para ‘explosão’ dos torcedores que lotavam o estádio. Cabia a Santiago Silva bater a penalidade e, praticamente, já classificar os argentinos para a final. O jogador correu para bola, mas na hora de chutar, escorregou na grama, e bateu a bola por cima do gol, desperdiçando uma incrível chance. Desespero da torcida, que não acreditavam muito no que viam.

Após isso, o Vélez tentou, mas quem ficou mesmo com a classificação à final da Copa Libertadores foi o Peñarol. Veja os gols de Vélez 2×1 Peñarol:

As partidas da final entre Santos e Peñarol acontecerão nos dias 15 e 22 de junho. A primeira partida será no Uruguai, no estádio Centenário, em Montevidéu. Já a segunda e decisiva partida será em São Paulo, o local será ou no Morumbi, ou no Pacaembu, esse último mais provavelmente.

Santos e Peñarol fazem um clássico sul-americano de tradição. As equipes já decidiram Libertadores. Isso em 1962, quando o Santos de Pelé e companhia conquistaram seu primeiro título de Libertadores na história do clube. Naquela ocasião, as equipes fizeram 3 partidas, sendo que o Santos venceu duas (a primeira e a última decisiva) e o Peñarol uma (o jogo que obrigou a ter uma terceira partida).

Quem leva melhor: o Santos, de Neymar e de todos os seus bons jogadores, considerado a melhor equipe do Brasil; ou o Peñarol, um clube de tradição, com 5 Taças Libertadores na história?

Comente!!!!!!!

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>