Mil jogos do Brasil: A seleção mais vitoriosa do futebol

Em quase um século de história, a Seleção Brasileira de Futebol se consolidou como a melhor seleção em todos os tempos. Entre títulos e grandes jogadores, a Seleção acumula muitas glórias e conquistas, aumentando a paixão do torcedor brasileiro e ganhando muitos fãs ao redor do mundo.

E, nestes cem anos, foram completados 1000 jogos. Foram tantos jogos, que em algum deles, com certeza, os torcedores tem uma partida ou equipe especial. Uma história que vem desde 1914, quando o Brasil entrou pela primeira vez em campo para enfrentar o Exeter City, no Rio de Janeiro, em 14 de julho daquele ano. A recém criada FBS (Federação Brasileira de Sports) fez um combinado entre os melhores jogadores do Rio e de São Paulo para a partida (entre eles, Friedenreich, o principal jogador da era amadora do futebol brasileiro), e venceu por 2 a 0. A partir dali, a Seleção iniciou sua vitoriosa história no futebol.

Seleção brasileira, 1914, primeiro time

A primeira seleção brasileira, em 1914. (Créditos da Imagem: Arquivo CBF / Site oficial da CBF)

O Brasil acumula vitórias e grandes conquistas ao passar dos tempos. É a única seleção a participar de todas as edições da Copa do Mundo Fifa. Além disso, é o maior vencedor do torneio, com cinco conquistas.

O primeiro título da seleção aconteceu em 1914, com a Copa Rocca. Em 1919, veio a primeira conquista importante do Brasil. Foi o Sul-Americano daquele ano, após vitória contra o Uruguai, em 29 de Maio. Arthur Friedenreich fez o gol do título, na prorrogação. No dia da conquista, o governo decretou ponto facultativo, e bancos e principais comércios fecharam naquele dia.

O Brasil em Copas do Mundo

A seleção se filiou a Fifa em 1923, já como CBD (Confederação Brasileira de Deportos, entidade que organizava todos os esportes no país, criada em 1919). Em 1930, a Federação organizou a primeira Copa do Mundo, esta disputada no Uruguai. O Brasil esteve presente e foi uma das treze seleções que disputarão este primeiro Mundial. Com um time formado praticamente por cariocas, a Seleção venceu uma partida, mas foi eliminada ainda na primeira fase. Na Copa seguinte, em 1934, na Itália, o Brasil foi eliminado já na primeira partida, nas oitavas, após derrota para a Espanha.

Em 1938, na França, a Seleção foi mais longe. A equipe que tinha o Diamante Negro, Leônidas da Silva, conquistou o terceiro lugar naquele Mundial. Após duas Copas que deixaram de ser realizadas, devido a Segunda Guerra Mundial, o Brasil foi sede da Copa de 1950. Sendo o grande favorito, a equipe foi derrotada na partida decisiva, em pleno Maracanã, estádio criado para o Mundial. O jogo foi disputado no Rio de Janeiro, até então capital do país, e teve quase 200 mil torcedores no estádio. O Brasil foi derrotado pelo Uruguai, de virada, por 2 a 1, no que é conhecido como “Maracanazo”. Foi uma decepção geral, mesmo sendo aquela, a melhor campanha da seleção em Mundiais, até então.

No Mundial seguinte, na Suíça, em 1954, o Brasil tinha se renovado. Nilton Santos, Djalma Santos, Julinho e Didi eram alguns dos craques que a seleção tinha. Mesmo assim, o Brasil caiu nas quartas.

Os tempos eram outros. Se hoje é possível acompanhar futebol até mesmo por aparelhos pequenos (como os smartphones, Tablets, internet e tudo mais), o torcedor de futebol brasileiro vem mudando seu jeito de acompanhar o esporte ao passar dos anos. Até então, o comum era acompanhar as partidas de Copa do Mundo nos velhos rádios e nos cinemas ou VT’s divulgados pela Televisão, dias depois das partidas serem realizadas. Nesta época, anos 50, o Brasil iniciava sua história com a Televisão (em 1950, surgiu a TV Tupi, a primeira emissora de TV brasileira).

Pelé, comemoração, Copa 1970

(Divulgação – Arquivo)

A partir de 1958, começou a era gloriosa da Seleção. O jovem de 17 anos, Pelé, era convocado para o Mundial, pela primeira vez. O Rei do Futebol se machucou pouco antes da Copa, mas foi levado mesmo assim. O maior jogador de futebol de todos os tempos fez uma fantástica Copa do Mundo na Suécia. Com um grupo difícil na primeira fase, o Brasil conseguiu avançar. Com um futebol que conquistava, a Seleção chegou a final contra os donos da casa, a Suécia. No Estádio Rasunda, Pelé marcou um gol sensacional e o Brasil vencia por 5 a 2. Brasil campeão mundial! A seleção chegaria a mais um título mundial em 1962, no Chile. A final foi contra a Tchecoslováquia, e teve vitória brasileira por 3 a 1. Em 1966, na Inglaterra, o Brasil não foi bem, Pelé foi cassado em campo, e a Seleção foi eliminada na primeira fase.

Em 1970, a melhor seleção brasileira campeã de Copa do Mundo encantava os 70 milhões de brasileiros. Com uma fantástica equipe em campo, o Brasil foi soberano e venceu aquele mundial no México após vencer a Itália, na decisão, por 4 a 1. Esta Copa ficou marcada por ter sido a primeira a ser gravada em cores, apesar que, no Brasil – que pela primeira vez exibia um Mundial ao vivo – ainda era em preto e branco.

O Brasil ficaria 24 anos sem conquistar Copas do Mundo. Mas, na Copa da Espanha, em 1982, a Seleção que entrava em campo era considerada a melhor da história, e a mais injustiçada, por não ter ganho o Mundial. Com Zico, Sócrates, Falcão, Júnior e tantos outros craques, a Seleção parecia que iria ganhar o Mundial, mas, em partida contra a Itália, Paolo Rossi acabou com os sonhos brasileiros e eliminou a seleção da Copa. Depois de 1950, outra derrota bastante sentida pelos brasileiros.

Brasil1982

A Seleção que encantou os brasileiros. Em 1982, o Brasil não levou o Mundial, para tristeza de todos os brasileiros. (Imagem: Arquivo / Divulgado no Blog http://www.futebolecialtda.com.br)

Em 1994, nos Estados Unidos, os torcedores puderam soltar novamente o grito de campeão. A equipe contestada de Parreira, que tinha Dunga como capitão, conquistou o tetracampeonato mundial (embalado pelo famoso grito de Galvão Bueno, que na transmissão ao lado de Pelé, na TV Globo, gritava “É Tetra, É tetra!”). A decisão, que foi para os pênaltis, entre Brasil e Itália foi emocionante. Após um zero a zero no tempo normal, a seleção contou com o azar de Roberto Baggio, um dos principais jogadores italianos, que, na última cobrança, mandou para longe a bola, dando o tetracampeonato a seleção canarinho.

Em 1998, o atual campeão mundial foi para a França com o status de favorito. O destaque era Ronaldinho, que viria a ser Ronaldo, o fenômeno. Com uma campanha com dificuldades, o Brasil passou grande sufoco durante a competição. Destaque para as partidas contra a Dinamarca, nas quartas, e Holanda, nas semifinais. Este contra os holandeses, o jogo foi decidido nos pênaltis, e teve o goleiro Taffarel como grande destaque. A decisão foi marcada por uma polêmica e uma péssima atuação dos brasileiros. Antes da final contra os donos da casa, Ronaldo teve sofreu uma convulsão. Edmundo era para ser o titular, mas Ronaldo jogou e viu a equipe de Zidane fazer a festa dos torcedores locais. A Seleção perdia o Mundial, após ser derrotada pelo placar de 3 a 0 para a França.

Em 2002, a Seleção ia para a primeira Copa em continente asiática com desconfiança. A equipe do técnico Felipão não foi bem nas eliminatórias. Mas, nesta Copa – disputada na Coréia do Sul e Japão – Ronaldo deu a volta por cima, foi o grande destaque e a Seleção fez um belíssimo papel, com belas exibições em algumas partidas. Na final, contra a tricampeã mundial, Alemanha, o Brasil passou por alguns momentos difíceis, mas Marcos salvou a seleção lá atrás, porque na frente, Ronaldo e Rivaldo faziam sua parte. O fenômeno foi o autor dos dois gols na vitória sobre os alemães. O Brasil se tornava pentacampeão mundial: o maior campeão de Copas do Mundo.

Cafú, taça, Brasil, campeão, Copa 2002

Cafú foi o último capitão a levantar a taça de Copa do Mundo pelo Brasil. (Imagem: Arquivo / Abril.com.br)

O de 2002 foi o último mundial conquistado pelo Brasil. Em 2006, a Seleção recheada de craques foi mal, e eliminada nas quartas, pela França. Nesta Copa, Ronaldo se tornou o maior artilheiro de todas as Copas, com 15 gols no total. Em 2010, a equipe contestada do técnico Dunga também saiu nas quartas-de-final, agora perdendo para a Holanda.

O Brasil conquistou o direito de sediar a Copa do Mundo de 2014 e continua com o sonho de conquistar mais um mundial, desta vez o Hexa!

Grandes jogadores

Uma seleção vitoriosa é construída por grandes jogadores. Listar os principais é difícil, já que é muito complicado juntar os nomes de todos os jogadores que fizeram parte desta história. Veja neste link alguns desses nomes no artigo do Wikipedia sobre a Seleção Brasileira (parte “Notáveis Jogadores). Nele, estão disponíveis alguns dos jogadores importantes da Seleção.

Em outras competições

O Brasil nunca conquistou uma medalha de ouro em Olimpíadas. O Brasil tem três medalhas de prata e duas de bronze.

Em Copas América, o Brasil tem oito títulos. É o terceiro maior vencedor, atrás de Uruguai e Argentina. No, hoje, Superclássico das Américas o Brasil tem 9 títulos. Esse torneio era chamado antigamente de Copa Rocca e é uma partida em ida e volta entre Brasil e Argentina. Os argentinos conquistaram quatro desse torneio.

Na Copa das Confederações, o Brasil tem três títulos, conquistados em 1997, na Arábia Saudita; em 2005, na Alemanha; e 2009, na África do Sul. A competição, em 2013, será disputada no Brasil.

A Seleção Brasileira atualmente e alguns números

Hoje, o Brasil ocupa a 13 ª colocação no Ranking de seleções da Fifa; ranking que a Seleção liderou por diversas oportunidades. A equipe principal é comandada pelo técnico Mano Menezes.

A CBF (Confederação Brasileira de Futebol) foi fundada em 24 de setembro de 1979. Ela foi criada para substituir a CBD, já que a Fifa exige que as entidades nacionais devem cuidar somente do futebol. A CBF, que tem José Maria Marin como presidente, é a entidade máxima do futebol brasileiro e a que organiza os principais campeonatos nacionais.

A Nike é a fornecedora oficial de material esportivo da Seleção. Além desta, a CBF tem outras patrocinadoras. São elas, Banco Itaú, Vivo, Guaraná Antártica, Seara, Nestlé, Extra, Gillette, Volkswagen, Mastercard e TAM. O uniforme principal da Seleção Brasileira é: camisas amarelas, calções azuis e meias brancas. O segundo uniforme tem camisas azuis, calções brancos e meias azuis.

Neymar, comemoração

Hoje, Neymar é o grande destaque da Seleção Verde e Amarela. (Créditos da Imagem: Mowa Press)

A Seleção completou em 2012 o milésimo jogo na história. No retrospecto, a seleção pentacampeã mundial tem 640 vitórias, 207 empates e 153 derrotas. O Brasil jogou em 68 países, a Argentina é o país em que a seleção mais jogou, com 68 partidas. Foram 208 cidades visitadas, sendo que o Japão é o país em que o Brasil está invicto, com 11 jogos, dois empates e nove vitórias.

Este foi um especial sobre o milésimo jogo da seleção mais vitoriosa do futebol mundial. Segundo a conta da CBF, a partida número 1000 da Seleção canarinho foi disputada nesta quarta (14 de Novembro de 2012), nos Estados Unidos, contra a Colômbia, em amistoso. O resultado final foi de 1 a 1. Há controvérsias sobre o número. O jornal Folha de S. Paulo e o portal ESPN.com.br trouxeram informações de que o milésimo jogo do Brasil já havia sido disputado há um tempo. Veja neste artigo da Revista Placar, em sua página na internet, mostrando alguns dados que mostram esse possível erro cometido pelo CBF. Mesmo assim, fica a homenagem a melhor seleção de futebol da história.

Com informações de artigos especiais no site da CBF (no site, há mais dados e informações históricas da seleção); Fifa; e Wikipedia (neste artigo, há alguns outros números e curiosidades sobre a seleção).

Qual foi o melhor jogo que você viu da seleção? Deixe sua opinião nos comentários!

You may also like...

5 Responses

  1. Carlos disse:

    Ontem o Brasil completou 100 jogos contra a Argentina com uma vitória,o favoritismo era para nossos “HERMANOS” mas o Brasil venceu de 2×0,não é a toa somos os melhores,faturando o superclássico das Americas!

  2. Rafael Silva disse:

    Esse artigo dignifica o futebol brasileiro. Sem meias palavras, nosso futebol merece. Nota 1000 pelo artigo Alan, tamo junto!!

  3. Alan,
    sensacional o artigo, como o Jeferson já comentou acima digno dos melhores blogs e acrescento ainda, portais sobre futebol da internet.
    Que bom poder contar com todo esse talento aqui no Mundo do Futebol.
    Abraço.

  4. Jeferson Ribeiro Barbosa disse:

    Alan, desde que escrevia para o MF, sempre admirei seu trabalho. Parabéns novamente por mais um artigo espetacular, digno dos melhores blogs de futebol da internet.

    Sucesso!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>